segunda-feira, maio 31, 2010

Em meu silencio


  Em meu silencio digo tanta coisa.
  Meus pensamentos fluem com sua presença.
  Em meu silencio sinto a mais longínqua plenitude
de estar presente o que há de mais belo a se contemplar
no coração humano, algo doce, algo raro.
  Em meu silencio flutuo em pensamentos que são
somente seus, sem exceção de algum. Tudo lhe envolve.
De alguma forma, tudo lhe tem.
  Em meu silencio grito aos quatro cantos do mundo
que estar com você é maravilhosamente bom. Que me faz
ir além de ser real, do concreto.
  Em meu silencio nada é objetivo, tudo envolve além,
além de ser, além de sentir. Tudo é tão transcendente.
  Em meu silencio também envolvo a obscuridade, mesclada
com dor insaciável e que permanece calada, sem poder dizer nada.
  Em meu silencio sinto a presença que não há, palavras que
talvez não dizem nada. Más é em meu silencio que estou
completamente certa, do que é incerteza, quando certamente digo.

  Sofro calada em meu profundo silencio.


Bárbara M.

5 comentários:

  1. "Em meu silencio grito aos quatro cantos do mundo que estar com você é maravilhosamente bom. Que me faz ir além de ser real, do concreto.
    Gosti *.*

    www.RauLIzar.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sua opinião é importante!